Segurança na praia: tudo sobre nadar
no oceano

Bill Baggs Lighthouse beach
Bill Baggs lighthouse beach é uma popular praia de Key Biscayne

Por: Kara Franker

Veja as dicas de segurança mais importantes para aqueles que querem nadar no oceano.

Famosas por suas águas cristalinas e areias brancas macias, as praias de Miami há anos são um chamariz para as pessoas que querem nadar e aproveitar o sol. No entanto, você deve se lembrar de que o oceano é uma força da natureza que, às vezes, apresenta condições e situações fora do nosso controle. Eis o que você precisa saber se está planejando nadar no oceano em Miami.

Fique perto dos salva-vidas

Além de serem uma atração visual à parte, os salva-vidas estão lá para ajudar a manter a praia segura para os moradores locais e visitantes. Na verdade, em toda a sua história, a equipe de salvamento no oceano em Miami Beach já salvou mais de 300 vítimas de afogamento e realizaram mais de 350 mil ações preventivas. Fique perto da equipe de salvamento e nade somente nos locais onde há salva-vidas de guarda.

Observe a cor das bandeiras

Apesar dos postos de observação de salva-vidas atraírem os olhos com seu estilo Art Decó e cores brilhantes, você deve prestar atenção nas bandeiras:

• Vermelha com uma linha cruzada sobre um nadador = é muito perigoso nadar, portanto, não o faça.
• Vermelha = perigo à espreita, indicando ondas altas e/ou correntes de retorno fortes.
• Amarelo = as condições poderiam ser piores, mas preste atenção em ondas e/ou correntes moderadas.
• Verde = entre no mar! Verde significa siga em frente e aproveite as condições tranquilas, mas continue atento e tenha cuidado.
• Roxa = nossas águas estão fervilhando com a vida marinha vibrante. No entanto, algumas espécies são perigosas. Fique atento.

Como localizar e reagir às correntes de retorno

Existem correntes de retorno em toda a extensão das praias de Miami e, sinceramente, elas podem ser mortais. Essa é uma característica normal do mar, então, vamos aprender o que fazer. As correntes são o resultado da quantidade excessiva de água que causa uma correnteza submersa. Elas podem se formar em qualquer área grande de mar aberto, como as zonas de águas rasas e arrebentação em bancos de areia ou próximas a píeres, quebra-mares e outras estruturas.

Geralmente, as correntes de retorno podem ser vistas da costa e as seguintes características indicam a sua existência:

• Áreas com tonalidade de areia indicam que uma corrente de retorno está se formando, removendo a areia do fundo com o fluxo da água.
• A água de tonalidade escura indica uma área mais profunda. Camadas de água escura podem indicar que uma corrente de retorno já se formou.
• Linhas de algas marinhas ou espuma que se movem podem indicar uma corrente de retorno.
• Águas agitadas, semelhantes à uma máquina de lavar roupas, podem indicar a formação de uma corrente de retorno.
• Um dia com muito vento pode indicar um aumento súbito de correntes de retorno.

Se você for pego por uma corrente de retorno, a melhor maneira de escapar é nadar no sentido perpendicular ao repuxo da corrente e, depois, nadar em direção à areia quando se livrar de seus efeitos. Caso você não consiga escapar nadando, tente boiar ou bater os pés. Se você achar que não conseguirá chegar à areia, grite por socorro e agite os braços.

Os salva-vidas são especialistas em localizar correntes de retorno. Portanto, preste atenção na equipe de salvamentos, pois ela pode indicar onde não é recomendável nadar.

Não fique perto das áreas com vida marinha

O oceano é o lar de uma extensa variedade de animais selvagens. A maioria dessas coloridas criaturas marinhas é completamente inofensiva. Porém, algumas espécies podem ferir os humanos. Normalmente, isso é um mecanismo de defesa. Dito isso, lembre-se de que caranguejos beliscam, arraias ferroam e águas-vivas queimam.

Caso você veja criaturas brilhantes, nas cores azul e roxo e com formato de balão, não as toque. Nade para longe delas. Essas criaturas são chamadas de caravelas-portuguesas e causam queimaduras dolorosas. Se você sofrer uma queimadura, mantenha a calma e procure um salva-vidas. Eles têm produtos especiais para ajudar você.

É raro ver tubarões em Miami, mas eles vivem no oceano Atlântico. Portanto, fique atento e tenha cuidado.

As 10 principais dicas de segurança na praia

1. Nade somente em praias que contam com a proteção de salva-vidas e em áreas indicadas como propícias.
2. Fique alerta, procure as bandeiras coloridas e verifique as condições climáticas locais.
3. Nunca nade sozinho, mesmo que você seja um nadador experiente.
4. Nadadores inexperientes e crianças pequenas devem usar coletes salva-vidas aprovados pela Guarda Costeira dos EUA e sempre ser supervisionados.
5. Deixe os animais marinhos em paz e preste atenção na vegetação e outras formas de vida marinha que podem ser perigosas.
6. Fique, pelo menos, a 30 m de distância de píeres e quebra-mares, onde a ocorrência de correntes de retorno é comum.
7. Caso você seja pego em uma corrente de retorno, mantenha a calma e nade em sentido perpendicular à corrente.
8. Ao avistar raios ou uma tempestade se aproximando, saia da água imediatamente.
9. Na dúvida, entre na água de pé. Entrar mergulhando de cabeça ou deitado em uma prancha pode resultar em lesões graves no pescoço.
10. Não se esqueça de reaplicar frequentemente o protetor solar à prova d'água.

Mantenha contato: inscreva-se no boletim eletrônico Miami Insider para ficar por dentro das novidades, eventos e ofertas especiais.

Compartilhe o amor: Adoramos ver suas fotos! Compartilhe-os conosco no Facebook , Twitter ou Instagram e não se esqueça de usar a hashtag: # FoundInMiami .

Tell us a bit about yourself

Marque as categorias nas quais você tem interesse: (opcional)
Arte e cultura
Atrações
Praias
Gastronomia
Diversão em família
Miami ao ar livre
Vida noturna
Compras
Esportes
Passeios e excursões
Enviar

 

Tell us a bit about yourself

Obrigado por se registrar!

Em breve, você receberá seu primeiro Miami Insider com informações sobre os eventos mais interessantes de Miami, ofertas de economia de dinheiro e atualizações de viagens. De belas praias a bistros e boutiques, atracções mundialmente famosas e hotéis de classe mundial, há algo para todos sob o sol para desfrutar quando o destino é Miami.

Portions of this page translated by Google.