Explore Arts & Culture in Little Havana

By: Shayne Benowitz & Jennifer Agress

Experience Little Havana’s vibrant art and culture scene.

Little Havana is a true reflection of Hispanic culture. Go there for authentic Cuban fare, a strong cafecito, a good Cuban cigar, Latin festivals or an intense game of dominoes, and leave feeling more relaxed and informed than ever before. From salsa-dancing and art exhibits, to a historic movie theater, concerts and more, Little Havana boasts a thriving arts and culture scene with a distinctly Cuban flair.

Para quem estiver planejando passar férias em Miami, "beber café cubano" ou "experimentar a comida cubana" deve entrar para a lista de tarefas. Mais do que qualquer outra cidade nos Estados Unidos, Miami e Cuba têm estreitas relações culturais. Na segunda metade do século 20, muitos cubanos imigraram para Miami e sua herança está viva e crescendo até hoje. É muito fácil experimentar a culinária cubana e saborear um café com leite de manhã em qualquer bairro em Miami, mas para sentir o verdadeiro sabor da cultura cubana, é obrigatório ir para a encantadora Little Havana.

Ao se aproximar do coração do bairro ao sudoeste da 8th Street, conhecida como Calle Ocho pelos moradores, você pode sentir como se tivesse sido transportado para outra época e para um lugar completamente distante dos luxuosos hotéis de South Beach ou dos modernos arranha-céus do centro da cidade. Há algo de singular e sociável sobre essa região. Algumas ruas são de paralelepípedos, e você pode ver uma galinha circular livremente em um parque do bairro. A rua é repleta de padarias, barracas de café, restaurantes e mercados de frutas, todos de propriedade local. Você tem a sensação de que é uma comunidade bem cordial, onde idosos andam pela rua acenando cordialmente aos seus vizinhos com a saudação: Que tal? Como está?

As ruas são coloridas com ambos murais pintados e de mosaico de azulejos. Eles retratam símbolos de Cuba, como frutas tropicais, instrumentos musicais, peças de dominó e charutos, enquanto outros ilustram lendas cubanas, do poeta e revolucionário José Martí à cantora Celia Cruz, que já se apresentou no bairro. E por falar em música, ela permeia as ruas em todas as horas do dia - seja pelos alto-falantes da loja de música Lily, em uma performance improvisada da banda local Timba Live ou no ritmo da rumba ouvido pelas portas abertas da Top Cigars. O som de dominós estalando no Domino Park é sempre música para os ouvidos.

Viernes Culturales e Art Walk

O edifício Futurama, no número 1637 a sudoeste da 8th Street, é o epicentro da arte no bairro. O espaço de trabalho criativo possui 12 estúdios/galerias ocupados por artistas locais abertos ao público. Com 20 galerias no bairro, muitas estão situadas no quarteirão em torno do edifício Futurama, incluindo Mildrey Guillot, Obrapia Fine Arts, Kontempo Art e Molina Fine Art Gallery. Outro conjunto de galerias pode ser encontrado fora da Calle Ocho a sudoeste da 6th Street e da 12th Avenue.

Embora o bairro seja um lugar fantástico para visitar durante o dia, há duas grandes noites que atraem uma multidão todo mês. Viernes Culturales (Sextas-feiras Culturais) é a última sexta-feira do mês, quando o bairro recebe cerca de 4.000 visitantes para celebrar as ofertas de arte e cultura de restaurantes, bares, lojas e galerias locais ao longo da Calle Ocho, da 13th à 17th Avenue. Há um palco montado na rua para apresentações de dança e música, e as galerias ficam com suas portas abertas até as 23 horas para os visitantes conferirem suas coleções. Viernes Culturales, ou qualquer noite de fim de semana, seria o momento ideal para visitar Cuba Ocho. O eclético centro de arte e pesquisa tem mobiliário antigo (incluindo peças que pertenceram a Frank Sinatra), arte local, um bar de cachaça e música jazz ao vivo, além de um amplo pátio ao ar livre.

The other cultural night is the Little Havana Art Walk on the second Friday of every month. This is a more staid version of Viernes Culturales where the galleries stay open into the evening hours, and it’s possible to meet the artists and see brand new works. Finally, the annual Carnaval Calle Ocho Festival in March is a cultural highlight of the year for the neighborhood.

Cubaocho Museum and Performing Arts Center & Tower Theater

The Cubaocho Art and Research Center is a local venue where Cuban artists, famous local musicians and intellectuals gather to play music, admire art, engage in interesting discussions about history and philosophy, or simply enjoy their Cuban culture, whether it’s a hand-rolled cigar or a chilled rum drink. The brainchild of Roberto Ramos, this museum and performance venue houses one of the largest privately owned Cuban art collections in the world, including the 1937 work “La Rumba” by Antonio Sánchez Araujo, an oil painting that spans 113 inches in length. Ramos first came to the United States with his brother in 1992, sailing all from Cuba by way of a tiny wooden boat. Of the few things he brought with him, one was a painting by Cuban painter Carlos Sobrino, the 1953 “El Saxofonista,” which can now be found in his Miami home. His obvious love for art, and for Cuba, became the foundation of his gallery: a place where he could showcase pieces of art, which he’s collected around the world, that depict life in Cuba between 1800 and 1958.

Located on the corner of Calle Ocho and 15th Avenue, Tower Theater is one of Miami’s oldest cultural landmarks. Art Deco in style, it first opened as a movie theater in 1926. Decades later, it became a popular spot for Cuban immigrants to watch American blockbusters in English, with Spanish subtitles, to help them understand both life in the United States and the English language. Today, the building is owned and operated by Miami-Dade College, and serves as a place for people to gather for cultural exhibitions and performances, MDC-sponsored educational lectures, and films in both Spanish and English.

Cuban Food & Nightlife

Talvez a melhor maneira de conhecer uma cultura seja através de sua culinária, e isso certamente é válido para Cuba. Comece a manhã em Little Havana na Yisell Bakery com um café cubano, seja como colada, cortadito ou café con leche, e um pastelito (um doce cubano). O guayaba y queso (goiabada com cream cheese) é uma opção clássica. Próximo dali está o mercado de frutas Los Pinareños, cujo nome é inspirado na região de Cuba de origem dos proprietários. Confira as frutas tropicais frescas e peça um batido de mamey, um milkshake doce feito com abricó-do-pará. Há uma série de restaurantes para escolher no bairro, e o El Cristo é uma ótima opção para almoço ou jantar. Experimente um sanduíche cubano e croquetas do balcão de lanches ou uma refeição de ropa vieja (prato com um suculento bife picado) com feijão preto, arroz e platanos maduros (banana doce) na sala de jantar. No fim do dia ou da noite em Little Havana, você se encantará com as pessoas amigáveis e a cultura viva e sairá com a barriga cheia.

After a good mojito and an even better cigar, it’s time to dance the night away. When in Little Havana, there is nowhere better to go than Ball & Chain and Hoy Como Ayer. In its same location since the 1930s, Ball & Chain is a Cuban-style restaurant, lounge and music venue known for its delicious food, beautiful people-watching, great music and strong cocktails. Hoy Como Ayer, which translates to “Today Like Yesterday,” is known for its salsa dancing and Latin funk music. You might recognize this Little Havana icon from the movie “Chef,” as the place where Sofia Vergara takes John Favreau to salsa dance. Its wood-paneled walls are covered with photos of Latin music’s biggest names, some of whom still perform there today, while its glittery décor and disco ball give the haunt a kitschy, but adorable vibe.

Stay in Touch: Sign up for the Miami Insider enews to receive news, events and special offers.

Share the Love: We'd love to see your photos! Share them with us on Facebook, Twitter or Instagram and don’t forget to use the hashtag: #FoundInMiami.

Em destaque neste artigo


PRÓXIMOS EVENTOS